Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Cursos > Tecnologia em Cafeicultura
Início do conteúdo da página

Tecnologia em Cafeicultura

Publicado: Sexta, 10 de Agosto de 2018, 11h13 | Última atualização em Quarta, 02 de Outubro de 2019, 13h21
 
Curso: Tecnologia em Cafeicultura
Título/Habilitação: Tecnologia em Cafeicultura
Duração do curso: 3 anos
Turno: Noturno
Horário das aulas: Das 19h às 23h
Dias semanais de aula:
De segunda-feira a sexta-feira
Público-alvo: Concluintes do ensino médio
Total de vagas ofertada por ano: 40 vagas

 

Apresentação do curso

A Cafeicultura é a principal atividade agrícola da região Sudoeste de Minas Gerais e portanto, tem grande demanda de formação de profissionais para atuar no agronegócio Café.
Desta forma, o curso superior de Tecnologia em Cafeicultura do IFSULDEMINAS - Campus Muzambinho, ofertado desde agosto de 2005, tem como objetivo a formação e a capacitação de profissionais para atuarem de forma independente e inovadora em toda a cadeia produtiva do café.
A formação do estudante visa o preparo para o atendimento técnico nos setores de produção, colheita, pós-colheita, beneficiamento, rebeneficiamento, industrialização e comercialização.
O curso também prevê o desenvolvimento de pesquisa aplicada com enfoque na sustentabilidade econômica, ambiental e social e a vivência em atividades de assistência técnica e de extensão rural na cafeicultura.

 

Coordenação do Curso

Marcelo Bocoli
Coordenador:
Marcelo Eduardo Bócoli
E-mail: 
marcelo.bocoli@muz.ifsuldeminas.edu.br

 

Perfil Profissional

O Tecnólogo em Cafeicultura é o profissional que atua no planejamento, organização, execução e monitoramento dos processos de implantação, condução e colheita das lavouras cafeeiras. Atua na classificação, beneficiamento, industrialização, comercialização, gerenciamento, acompanhamento de sistemas de certificação, atividades de extensão e no associativismo rural. Elabora e executa projetos topográficos, de construções rurais e irrigação. Prescreve receituário agronômico e assume responsabilidade técnica sobre projetos da cafeicultura. Coordena e conduz o uso da mecanização agrícola, respeitando normas da segurança do trabalho. Age com ética profissional, revelando iniciativa empreendedora, responsabilidade social e domínio do saber-fazer, do saber-ser, do saber-saber e do saber-conviver. Possui visão humanística crítica e consistente sobre o impacto de sua atuação profissional na sociedade como disseminador e facilitador do conhecimento, permitindo uma abordagem sistêmica capaz de privilegiar a busca pela sustentabilidade como forma de garantir a segurança alimentar, a geração de renda e a conservação do meio ambiente.

 

Mercado de Trabalho

Empresas prestadoras de serviço para a Cafeicultura, Cooperativas e Fazendas.

 

Área de Atuação

A principal área de atuação do Tecnólogo em Cafeicultura é na cafeicultura.

 

Outras informações

O curso de Tecnologia em Cafeicultura foi avaliado pelo INEP/MEC em 2017 e recebeu o conceito máximo de qualidade que é a nota 5. Isso representa excelência na oferta do curso, nos quesitos Professores e Técnicos, Infraestrutura e Projeto Pedagógico.
O campus Muzambinho, que oferta educação profissionalizante na área de agropecuária desde 1952, possui a infraestrutura completa, que é requerida na formação do Tecnólogo em Cafeicultura.
A Fazenda-Escola possui 10% da sua área com cultivo de café, com cerca de 100mil plantas e 16 cultivares de café.
O aluno tem a possibilidade de vivenciar na prática, todas as etapas de produção, desde o preparo de mudas até a industrialização do café torrado e moído.
O registro profissional do Tecnólogo em Cafeicultura é realizado junto ao CREA.

 

Resoluções relacionadas ao curso

Ato autorizativo: Portaria nº 1.532 de 05 de maio de 2005, publicada no Diário Oficial da União n. 86, de 06 de maio de 2005 – Seção 1 Página 12.

Reconhecimento: Portaria nº 489 de 20 de dezembro de 2011, publicada no Diário Oficial da União n. 246, de 23 de dezembro (quinta-feira) – Seção 1 Págs. 27/28/29.

Renovação de Reconhecimento: Portaria nº 1344 de 15 de dezembro de 2017, publicada no Diário Oficial da União n. 241, de 18 de dezembro de 2017, Seção 1 Páginas – 73 a 74.

registrado em:
Fim do conteúdo da página