Login



Laboratório de Bromatologia e Água
Qui, 27 de Janeiro de 2011 08:57

3A análise bromatológica desempenha importante papel avaliador da qualidade e segurança dos alimentos, além de sua utilização ser decisiva para equacionar e resolver problemas de saúde pública e auxiliar ações de vigilância sanitária. O setor atua como coadjuvante nas inovações tecnológicas de alimentos, tanto nos aspectos toxicológicos como de identidade e qualidade nutricional.

Em face à grande dinâmica na atualização da legislação de alimentos no Brasil, torna-se inevitável a adequação de metodologia analítica para que os laboratórios possam cumprir as novas exigências legais, como, por exemplo, a Portaria nº 518 de 25/03/04 do Ministério da Saúde, sobre potabilidade de água para consumo humano, onde as análises de alguns novos parâmetros de verdadeiro significado para a saúde pública devem ser atendidas.

A partir dessas considerações, o Laboratório de Bromatologia e Água disponibiliza seus serviços para as comunidades acadêmica e civil. Os clientes são oriundos de Muzambinho/MG e região, além do estado de São Paulo.

5Na área de Ensino, o laboratório é utilizado periodicamente pelos professores e alunos do curso de Técnico em Alimentos do IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho, cujo espaço prioriza o aprendizado de análises específicas de produtos alimentícios. Além disso, o setor recebe estagiários durante todo o ano, inclusive de lugares longínquos como Rondônia (RO), Divinópolis (MG) e Campinas (SP), para aprimorarem seus conhecimentos.

Paralelamente, são executadas pesquisas na área de alimentos por alunos bolsistas vinculados a órgãos de fomento, como a FAPEMIG. Atualmente, o laboratório dispõe de pesquisas em propriedades e composição química de sojas transgênicas, frutas e derivados, além da determinação de nutrientes e possíveis contaminações em silagem de milho. O setor disponibiliza seu espaço para trabalhos de conclusão de curso (TCC's), pelo qual alunos formandos em Tecnologia da Cafeicultura e pós-graduação lato sensu em Cafeicultura Sustentável desenvolvem seus projetos de pesquisa. Professores da área de Alimentos do Instituto também utilizam o setor para projetos de pesquisa de mestrado e/ou doutorado.

O laboratório mantém convênios com a Vigilância Sanitária de Muzambinho e com a Associação Comunitária do Bairro Macaúbas, em parceria com a Emater, para auxiliar na fiscalização sanitária de água potável. No último caso, o laboratório auxilia ainda no processo de orientação da coleta de amostras, bem como na cloração da água que abastece a unidade de processamento de mandioca do referido bairro rural. Atualmente, o laboratório firma mais um convênio, com a Dow Agro Sciences, para controle de qualidade de alimentação animal.

1Setores do Instituto como Agropecuária e Zootecnia também mantêm vínculo com o laboratório para controle de qualidade da água de abastecimento e de alimentação animal, respectivamente. Já a Agroindústria recorre ao setor para fazer o controle de qualidade da matéria-prima e dos alimentos produzidos como laticínios, embutidos, doces entre outros.

Além da comunidade acadêmica, o laboratório presta serviços a proprietários rurais (cerca de 80% dos clientes), micro-indústria de farináceos, torrefação de café, clubes de recreação, instituições de ensino etc. Atualmente, proprietários de alambiques têm buscado o laboratório para controle de qualidade de bebidas alcoólicas.

O Laboratório de Bromatologia e Água do IFSULDEMINAS é o único na região em análises de alimentos. O mesmo obedece aos padrões e normas analíticas estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), pela Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e pelo Instituto Adolfo Lutz, órgão do governo de São Paulo que é referência em bromatologia no Brasil.

Visando expandir a área de atuação, atender às necessidades de clientes e avaliar a segurança de alimentos, o laboratório está em fase de planejamento e otimização de análises para bebidas com ou sem teor alcoólico, vitaminas, aditivos alimentares, resíduos de pesticidas, metais pesados em água, análises ambientais de água como DBO e DQO, entre outras.

Equipe:

Alessandra Rodrigues de Carvalho – Química – responsável pela coordenação do laboratório e pelo setor de Físico-Química

Polyana de Faria Cardoso – Biomédica – responsável pelo setor de microbiologia

Bruno Megda – aluno do curso de Ciências Biológicas – estagiário/bolsista e auxiliar de laboratório

Bianca Vilela Pires – aluna do curso de Ciências Biológicas - estagiária/bolsista

Paula Cristina Carvalho Lima - aluna do curso de Ciências Biológicas - estagiária/bolsista

Daíse Cristina da Silva - aluna do curso de Ciências Biológicas - estagiária

Filippe Carneiro Lopes - aluno do curso de Engenharia Agronômica - estagiário/bolsista

4

 

 

Ankara Escort,cayyolu escort,

//