Login



IF SOLAR
Qui, 09 de Fevereiro de 2017 10:30

Projeto IF Solar instala, no Campus Muzambinho, o 2º maior estacionamento com placas fotovoltaicas do Brasil.

Serão concluídas nesta semana, as obras de construção do segundo maior estacionamento, inteiramente coberto com placas fotovoltaicas, do Brasil e o maior de Minas Gerais, localizado no IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho.

O estacionamento faz parte do projeto IF Solar, que teve início em 2016. Apresentado no Conselho Nacional das instituições da Rede Federal, pelo IFSULDEMINAS, o projeto visa promover a geração de energia solar em 82 unidades da rede.

DSC 0280

Segundo Domingos Mendes Machado, responsável pela obra e funcionário da Silveira Engenharia, empresa licitada para realização do projeto, a construção de 450 m² caracteriza o estacionamento do Campus Muzambinho, como o segundo maior projeto do tipo no Brasil e o maior do estado de Minas Gerais.

Domingos ainda explicou que a usina funciona em paralelo com a rede que fornece energia para o município, “se você esta produzindo e não está consumindo, o sistema joga a energia na rede que vira um crédito para você usar no dia seguinte, caso não produza o suficiente. Há então uma troca de energia. O sistema fica paralelo à rede, ou seja, o medidor é trocado e passa a ser bidirecional, medindo tanto a geração, como o consumo. Assim, em um dia com sol forte, se o sistema gerar mais energia do que o consumo necessário, esse excedente passa para a rede da Cemig e, futuramente, se você estiver produzindo menos que o consumo, você pode consumir aquele excedente”.

O sistema tem capacidade de geração de 70 kW de pico mensal, o que representará uma economia aproximada de 6% na conta de energia para o Campus Muzambinho.

DSC 0281

A usina é composta por 5 inversores, cada um com 15 mil watts de potência e 264 módulos fotovoltaicos, de 1,7m² de área e 265 watts de produção por placa. E o estacionamento tem capacidade para 35 automóveis.

Segundo o responsável pela implementação do projeto no Campus Muzambinho, Roberto Cássio da Silva, o sistema garantirá cerca de 6% da demanda de energia do Campus. Ainda segundo Roberto, também são encarregados do projeto na instituição os funcionários Gregório Barroso de Oliveira Prosperi e Silas Batista Goulart.

O sistema terá seu consumo e produção monitorados, em tempo real, pelo Campus e pela empresa contratada, através de um aplicativo de celular que disponibiliza as informações da usina via wireless. Será possível, portanto, determinar a capacidade de economia da insituição e analisar o status de geração de energia da usina por acesso remoto.

Link para o vídeo de apresentação do projeto

TEXTO: Tatiana de Carvalho Duarte

FOTOS: Tatiana de Carvalho Duarte

Théo Podestá.

Confira as fotos:

 

 

Ankara Escort,cayyolu escort,

//