Login



Paulo Freire
Ter, 10 de Outubro de 2017 10:48

Integrantes do PIBID de Ciências Biológicas participam de Seminário sobre o Educador Paulo Freire.

Capa IMG 1597

No dia 20 de setembro de 2017, alguns integrantes do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência, PIBID, realizaram uma apresentação sobre o educador brasileiro Paulo Freire. A apresentação foi realizada no prédio das Ciências Biológicas onde estavam presentes bolsistas, voluntários, supervisoras e coordenadores do programa.

O objetivo ao realizar trabalhos e encontros como esse, veio da necessidade de discutir e transmitir conhecimentos sobre temas relacionados à educação.

Segundo os organizadores do evento, "Paulo Freire foi um educador brasileiro, criador do método inovador no ensino da alfabetização para adultos, trabalhando com palavras geradas a partir da realidade dos alunos, sendo considerado um importante ícone da educação brasileira".

Eles ainda ressaltam que "Paulo Freire não agradou a todos com suas formas de ensino. Na apresentação foram abordados os aspectos de Paulo Freire que desagradam alguns educadores, políticos, historiadores, filósofos, dentre outros. Dentre esses aspectos, podemos citar: a visão marxista, a falta de originalidade e a metodologia de ensino não eficaz. Ao abordar esses pontos, o grupo teve por objetivo mostrar todas as visões possíveis sobre Paulo Freire e levantar um debate sobre sua pedagogia".

No evento foi elaborada uma entrevista em formato de vídeo com a Prof. Valdirene Costa, que possui formação profissional voltada para Educação. Foram realizadas perguntas simples, como: principais obras, citações, o papel de Paulo Freire para educação e a utilização de atividades relacionadas ao método de Paulo Freire durante o ato da docência. O vídeo durou cerca de 6 minutos e foi reproduzido para o público presente na apresentação sobre Paulo Freire, buscando relatar o ponto de vista de um profissional ligado à educação em relação ao tema proposto.

Foi realizada também uma entrevista escrita com a professora Maria Lúcia Queiróz Guimarães Hernandes. As respostas obtidas nessa entrevista foram impressas e entregues aos presentes na sala. Em sua entrevista, Maria Lúcia explicou que “No processo ensino aprendizagem estão postas questões importantíssimas e por isso aprendi a pensar. Essa prática que estou tendo está a favor de quem? Se comparada à luta de classes em um sistema capitalista ao qual pertencemos”.

Ao final do seminário, foi aberto um espaço para os participantes exporem suas opiniões sobre o tema tratado.

Conheça um pouco da história de Paulo freire

(história do educador narrada pelos organizadores do evento Amanda Honório, Fabricio Morais, Lucas Lellis, Fernando Rocha, Mara Silva, Marilia Junqueira, Mirella Silva, Ana Raquel e Marta Magalhães.)

Paulo Freire nasceu no Recife-PE, em 19 de setembro de 1921. Foi professor no Colégio Oswaldo Cruz e na Universidade Federal de Pernambuco. No âmbito escolar, suas ideias pedagógicas se formaram da observação da cultura dos alunos, em particular o uso da linguagem e o papel elitista da escola.

Inquieto com o cenário social do Recife, Freire fundou o Instituto Capibaribe, uma das primeiras escolas "alternativas" da cidade. A proposta de criar uma escola transformadora atraiu muitos intelectuais da época, que participaram, ativamente, discutindo e aprofundando novas ideias a respeito do porquê, do para quê e do como ensinar e aprender.

Em 3 de março de 1955, o Instituto Capibaribe foi oficialmente fundado; tendo como finalidades: educar crianças, formar professores e atualizar famílias. O Instituto era mantido com as mensalidades pagas pelos estudantes.

Preocupado com o grande número de adultos analfabetos na área rural dos estados nordestinos, que formavam um grande número de excluídos, Paulo Freire desenvolveu um método de alfabetização baseado no vocabulário do cotidiano e da realidade dos alunos. As palavras eram discutidas e colocadas no contexto social do indivíduo.

Por exemplo: o agricultor aprendia as palavras: cana, enxada, terra, colheita, fogo etc. Desta forma, os alunos eram levados a pensar nas questões sociais relacionadas ao seu trabalho. A iniciativa foi aplicada pela primeira vez no Rio Grande do Norte, alfabetizando trezentos trabalhadores da agricultura.

Com o Golpe Militar, Paulo Freire foi exilado no Chile, onde desenvolveu trabalhos em programas de educação para adultos. E onde também escreveu sua obra principal :”Pedagogia do Oprimido”. Nesta obra, Freire propõe uma pedagogia com uma nova forma de relacionamento entre professor, estudante e sociedade.

Paulo Freire também escreveu diversas outras obras, sendo algumas delas: pedagogia da autonomia, educação como prática de liberdade e educação e mudança.
Durante seu exílio, lecionou na Universidade de Harvard e com a anistia em 1980, retornou ao Brasil lecionando na UNICAMP e na PUC-SP.

Por seu trabalho na área educacional, Paulo Freire foi reconhecido mundialmente. É o brasileiro com mais títulos de Doutor Honoris Causa de diversas universidades, em um total de 41, dentre elas: Harvard, Cambridge e Oxford.

Paulo Freire faleceu, de infarto, em São Paulo, no dia 2 de maio de 1997 aos 75 anos de idade.

Confira as fotos:

 

 

 

Ankara Escort,cayyolu escort,

//