Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > IFSULDEMINAS e Apaes do Sul de Minas realizarão Programa “Aprendendo com as Diferenças”
Início do conteúdo da página

IFSULDEMINAS e Apaes do Sul de Minas realizarão Programa “Aprendendo com as Diferenças”

Publicado: Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 14h15 | Última atualização em Quinta, 24 de Janeiro de 2019, 15h17

IFSULDEMINAS e Apaes do Sul de Minas realizarão Programa “Aprendendo com as Diferenças”

IMG 9387

Na tarde dessa última quarta-feira, 23 de janeiro, representantes das Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) do Sul de Minas e servidores do Instituto Federal do Sul de Minas (IFSULDEMINAS) se reuniram na Reitoria, em Pouso Alegre, com o objetivo de formalizar a criação do Programa “Aprendendo com as Diferenças”. A iniciativa surgiu a partir da já consolidada parceria entre oito Apaes da região e o IFSULDEMINAS.

O projeto já acontece nos campi Muzambinho e Inconfidentes, onde os alunos das Apaes desenvolvem atividades nos setores de olericultura, avicultura de corte e postura, caprino cultura, ovinocultura e cunicultura. A próxima etapa será uma reunião no Campus Machado para a apresentação do Programa, no dia 30 de janeiro. E, em seguida, serão realizadas visitas aos demais campi.

O Coordenador do Departamento de Apoio aos Discentes, Egressos e Estágios, Alexandro Henrique da Silva, explicou que a ideia de transformar o projeto em programa se deu pelo crescimento das ações, “nossa equipe viu a necessidade de transformar o projeto em programa institucional, passando a abranger todos os campi do IFSULDEMINAS e, assim, ampliar o atendimento com maior qualidade”, afirmou.

A terapeuta ocupacional da Apae Muzambinho, Thays Olímpio, contou que buscava trabalhar com os alunos a questão da funcionalidade, autonomia e independência. “Tínhamos uma horta pequena em parceira com o instituto, que cedia as mudas. Depois, tivemos a ideia de ampliar o trabalho para que os alunos tivessem uma experiência fora da Apae. Assim, começamos o projeto no campus e, hoje, contamos com mais 35 alunos atendidos. O principal ganho deles é a questão da valorização da autoestima”. A terapeuta também acrescentou que o Programa surgiu para que outras Apaes também tenham a possibilidade de participar. “A ideia de transformar o projeto em programa veio para que a estrutura seja igual em todos os campi e para que a essência do trabalho - que é funcionalidade, autonomia e independência - não se perca.”

Programa Aprendendo com as Diferenças

O Programa foi elaborado em reunião realizada com Alexandro Henrique da Silva; Generci Lopes (técnico do Laboratório de Avicultura de corte e postura do Campus Muzambinho); Bráulio Luciano Alves (professor do curso de Engenharia Agronômica do Campus Muzambinho); e as equipes das Apaes de Muzambinho, Areado, Cabo Verde, Divisa Nova, Nova Resende, Ipuiuna, Borda da Mata e Ouro Fino.

Tem por objetivo o desenvolvimento da capacidade de aprendizagem em todas as áreas do conhecimento pertinentes à vida da pessoa com deficiência intelectual e/ou múltipla, tendo em vista a aquisição permanente de competências e habilidades, a formação de atitudes, a apreensão do saber técnico, a mobilização das potencialidades individuais para a tomada de decisões e, consequentemente, fornecendo ao indivíduo a oportunidade de vivenciar o papel de agente criador e transformador que, muitas vezes, se perde no processo do adoecimento. Poderão participar do programa Instituições e organização que trabalham com diversos tipos de deficiências.

Para Regina Maris Muniz, diretora da APAE Ipuiuna e conselheira regional das Apaes do Sul de Minas, “um projeto tem início, meio e fim. Não conseguiríamos dar continuidade e oferecer a oportunidade para outras instituições. A consolidação do Programa é um sonho realizado, pois a ação não acabará e poderemos sempre contar com a parceria”. 

Um dos idealizadores do Programa, o professor dos cursos de Engenharia Agronômica do Campus Muzambinho e Técnico em Agropecuária, Bráulio Luciano Alves, disse que “nosso próximo passo é fazer um material de divulgação e visitar os demais campi com intuito de mostrar a importância da ação. Cada campus poderá aproveitar sua estrutura e áreas do conhecimento de destaque para aderir ao Programa e cumprir com esse papel social tão importante”. 

IMG 9347

O reitor do IFSULDEMINAS, Marcelo Bregagnoli afirmou que "as Apaes desenvolvem um notório e reconhecido trabalho em prol da sociedade, em favor dos que historicamente foram excluídos ou marginalizados pela sociedade. Está na essência de atuação do IFSULDEMINAS ser parceiro e apoiador de instituições idôneas e comprometidas. Assim, a inserção deste programa no rol de projetos junto às comunidades de diversas cidades do sul de Minas, potencializa o belo trabalho já desenvolvido por essas associações."  

Histórico do projeto

A parceria entre o Campus Muzambinho e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Muzambinho teve início em 2012. A terapeuta ocupacional da Apae,Thays Olímpio, solicitou apoio técnico do campus na manutenção da horta da instituição e na doação de mudas. Já em abril de 2015, com o objetivo de qualificar, capacitar e incluir socialmente os alunos em atividades laborais, teve início o projeto de extensão: "Capacitação na produção de hortaliças". Os alunos da APAE começaram a realizar atividades no campus.

Inicialmente, três alunos realizavam as atividades práticas no laboratório de olericultura, uma vez por semana. Em 2016, o projeto contou com 15 alunos e foi incluída a atividade no Laboratório de Avicultura de corte e postura. Assim, o número de alunos cresceu para 25. Em setembro, nova parceria foi firmada com o laboratório de caprino cultura, ovinocultura e cunicultura, totalizando 33 alunos atendidos.

Já no ano de 2017, foram incluídas as Apaes de Areado, Cabo Verde, Ipuiuna e Nova Resende. O projeto passou a ser denominado “Aprendendo com as Diferenças”. E, em 2018, as Apaes de Borda da Mata e Ouro Fino aderiram ao projeto e o Campus Inconfidentes passou a atender as instituições. Atualmente, são 152 alunos de oito APAEs atendidos pelos campi Muzambinho e Inconfidentes. O projeto proporciona convivência direta entre os alunos das Apaes e os do IFSULDEMINAS, além da participação de servidores e do Núcleo de Atenção a Pessoas com Necessidades Específicas (NAPNE).

Texto: Ascom/Reitoria IFSULDEMINAS
24/01/2019

registrado em:
Fim do conteúdo da página