Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Notícias > Estudante de Pedagogia utiliza ludicidade para trabalhar atitudes positivas
Início do conteúdo da página

Estudante de Pedagogia utiliza ludicidade para trabalhar atitudes positivas

Publicado: Quarta, 29 de Abril de 2020, 09h50 | Última atualização em Quinta, 18 de Junho de 2020, 13h42

09.37.51 1

O projeto intitulado “O Pássaro Sem Cor” foi desenvolvido por uma estudante do curso de Licenciatura em Pedagogia EaD do IFSULDEMINAS - Campus Muzambinho - para trabalhar com os alunos o respeito às diferenças e as boas atitudes. A iniciativa contou com a execução de atividades que foram divididas em etapas e executadas em uma turma do 1º ano do Ensino Fundamental I. Por se tratar de um projeto desenvolvido durante o estágio não obrigatório, a acadêmica contou com o acompanhamento da professora regente e da direção da escola.

09.38.28

As etapas do projeto foram desenvolvidas tendo a história “O Pássaro sem Cor”, de autoria de Luís Norberto Pascoal, como base. Sendo a primeira, o colorido livre do desenho do “Pássaro Sem Cor” pelos alunos. Neste momento, as crianças ainda não sabiam sobre o contexto em que o enredo da história se passava. Apenas coloriram e usaram a criatividade. “Cada pássaro ficou de um jeito, mesmo com o contorno igual, cada criança pode perceber a beleza do trabalho do outro, em meio as características individuais de cada colorido”, contou a aluna Karina Carvalho, idealizadora do projeto. 

09.37.51 3

Durante o estágio não obrigatório, a aluna desenvolveu o projeto com o intuito de trabalhar com ações pontuais para que as crianças percebessem a necessidade de respeitar as diferenças e também compreendessem a importância de terem atitudes positivas em seu cotidiano. A aluna atuou como estagiária por aproximadamente dois anos e participou de atividades ligadas à Educação Infantil e ao Ensino Fundamental I.

De acordo com o relato da estagiária, a segunda etapa foi a contação de história. Os alunos puderam conhecer “O Pássaro Sem Cor”, um animal que sentia-se rejeitado e deslocado. Contudo, ele descobre a magia de como “trazer cores” para sua vida. O pássaro aprende que através das atitudes positivas, ele pode ser um animal especial e colorido. “Com a ajuda do pássaro sábio, ele transforma-se no “Pássaro Colorido” e percebe que as novas cores surgem com as boas ações realizadas em prol dos outros animais da floresta.” - explica Karina.

09.37.51 2

Já na terceira etapa houve o apoio das famílias, a turma do 1º ano do Ensino Fundamental levou para casa a representação do “Pássaro Sem Cor”. A cada atitude positiva da criança, com o auxílio dos pais, o pássaro ia ganhando uma nova cor e a ação era discutida entre os familiares.

“A última etapa foi muito especial, cada aluno apresentou para os colegas os motivos das várias cores do seu pássaro. Os alunos puderam aprender com as boas atitudes que estavam testemunhando. Para finalizar, expliquei que as atitudes positivas não podem ser apagadas, devem ser multiplicadas, pois a beleza das cores do coração de cada criança é vista nas boas ações que cada uma faz.” - finaliza a estudante. 09.37.51

Tiago Gonçalves, Assessor Pedagógico da escola, explica que o comportamento da criança é pautado em exemplos. “Quando bem estruturados na infância, colaboram de forma muito positiva para a formação de cidadãos mais conscientes e humanizados. Nesse sentido, o projeto foi uma excelente ferramenta pedagógica desenvolvida.” Ele complementa que “de forma lúdica, o projeto aborda valores de afetividade que, se bem trabalhados, estabelecem na memória da criança e permanecem ao longo da vida, fortalecendo a importância do respeito e das diferenças”. 

20190503151246

O Colégio em que a estudante desenvolveu o projeto conta com uma demanda de estagiários de diversas licenciaturas para atuarem na Educação Infantil e Ensino Fundamental I. Do total de estagiários, quase 50% das vagas ofertadas são preenchidas pelos acadêmicos do curso de Licenciatura em Pedagogia do IFSULDEMINAS – Campus Muzambinho. “As atividades proporcionam aos estagiários a vivência da prática pedagógica dentro do contexto escolar, contribuindo para a formação desses futuros profissionais, além de possibilitar a relação entre o conteúdo teórico e a prática. De acordo com os projetos que esses estagiários vêm desenvolvendo, acredito que, sem dúvidas, serão educadores de sucesso.” - enfatiza o assessor pedagógico.  

Texto: Ascom
Fotos cedidas por: Karina Carvalho e Tiago Gonçalves

registrado em:
Assunto(s):

 

O #3 episódio do FalaMuz traz a tona um debate sobre a causa da morte de 1 pessoa a cada 40 segundos no mundo: o suicídio. Nesse episódio especial conversaremos com os psicólogos Dr. Afonso Antônio Machado e Me. Túlio Trevisan em busca de orientações para quem quiser ajudar alguém ou para quem precisar de ajuda. Solta o play!

spotifyDeezerSintonizepodcasts de maçãÂncoradisjuntorcastboxpocket castsradiopublicaSintonizespotify
Fim do conteúdo da página