Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Setores > Setor de Caprinocultura de Leite
Início do conteúdo da página

Setor de Caprinocultura de Leite

Publicado: Terça, 04 de Dezembro de 2018, 10h18 | Última atualização em Quarta, 03 de Junho de 2020, 15h48

Coordenadoria-Geral de Produção

Compete ao Setor de Caprinocultura de Leite:

  • Dividir os animais em lotes conforme a idade;
  • Promover os acasalamentos de forma a manter a produção de leite o ano todo;
  • Realizar a ordenha com tranqüilidade e manter os utensílios utilizados sempre limpos;
  • Realizar os procedimentos pré e pós-ordenha das fêmeas;
  • Armazenar o leite em embalagens limpas e mantê-las fechadas sob refrigeração;
  • Fazer o arraçoamento dos animais duas vezes ao dia (uma pela manhã e outra pela tarde), empregando-se volumoso (silagem de milho, feno) e rações em quantidades adequadas para cada animal. Evitar sobras;
  • Prover os cochos de sal mineral conforme o consumo dos animais e repondo quando necessário;
  • Verificar o funcionamento dos ventiladores, bebedouros e iluminação, fazendo os ajustes sempre que for necessário;
  • Fazer a limpeza das baias, creches, cochos, sala de ordenha e de leite diariamente;
  • Evitar o desperdício de ração e volumoso;
  • Realizar o casqueamento dos animais periodicamente;
  • Fazer o controle de endo e ectoparasitos com produtos apropriados, bem como o controle de outras zoonoses;
  • Manter as fichas de controle do rebanho sempre atualizadas;
  • Fazer a solicitação de aquisição de reprodutores, medicamentos, ferramentas e utensílios de acordo com a necessidade;
  • Manter a ração organizada e em sua embalagem original, fazendo o controle de roedores;
  • Zelar pela conservação do setor (pintura, cercas, piquetes, saleiros, depósito de ração, ferramentas e outros utensílios);
  • Avaliar os índices zootécnicos;
  • Planejar as atividades a serem executadas no setor;
  • Promover os treinamentos dos funcionários e colaboradores;
  • Buscar auxílio veterinário ou de pessoa mais experiente para resolver algum problema;
  • Emitir nota de produção do setor;
  • Fazer a contenção dos animais no momento da ordenha;
  • Atender profissionalmente a todos que forem ao setor;
  • Cuidar tecnicamente dos caprinos recém-nascidos, munindo-os de colostro por cinco dias e depois com leite até desmame;
  • Realizar as vacinas e medicações necessárias ao bom desenvolvimento dos animais;
  • Descartar o leite de animais medicados respeitando o período de carência; 
  • Zelar pelo bem-estar dos animais

Telefone: (35) 3571-5134
Horário de atendimento: segunda a quarta 7h às 11h - 12h às 17h - quinta e sexta das 7h às 11h - 12h30min às 17h

Coordenadora: Técnica Mara Quintiliano
E-mail: mara.quintiliano@muz.ifsuldeminas.edu.br

Trabalhador Rural Caprino, Ovino E Cunicultura (Terceirizado): José Batista Candido

registrado em:
Fim do conteúdo da página