Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Setores > Culturas Anuais
Início do conteúdo da página

Culturas Anuais

Publicado: Quarta, 26 de Junho de 2019, 18h25 | Última atualização em Quarta, 26 de Junho de 2019, 18h25

Compete ao Setor de Culturas Anuais:

  • Proceder a coleta de solo para análise química da fertilidade de cada gleba;
  • Fazer a aplicação dos corretivos em quantidades recomendadas pelo resultado da análise;
  • Fazer o preparo dos solos de acordo com cada modalidade de cultivo selecionado (convencional ou plantio direto);
  • Realizar a semeadura das culturas conforme a época de cultivo seguindo as recomendações técnicas pertinentes;
  • Realizar os tratos culturais de manejo de cada cultura semeada;
  • Escalonar a semeadura para facilitar a colheita de milho para grão ou para silagem e sorgo forrageiro para silagem;
  • Realizar a colheita dessas culturas em seu estágio máximo de armazenamento de nutrientes;
  • Armazenar as silagens em silos próprios (cisterna, trincheira ou superfície) em cada setor de consumo (caprino-ovinocultura, bovinocultura de leite e de corte);
  • Fazer a compactação adequada da silagem a fim de evitar perdas durante o processo de fermentação; 
  • Realizar a aplicação de aditivos ao material ensilado para auxiliar na fermentação;
  • Fechar adequadamente os silos e cercar com tela (externos) para evitar a entrada de animais e perfurar a lona de cobertura;
  • Realizar a programação de aquisição de corretivos, fertilizantes, defensivos, aditivos para silagem, lonas de cobertura, ferramentas para auxiliar nos processos de preparação da silagem;
  • Fazer as solicitações de compras conforme a programação executada;
  • Fazer o controle de produção de cada gleba;
  • Realizar a semeadura de feijão para atender ao consumo no refeitório da Instituição (normalmente feijão carioca);
  • Seguir as recomendações técnicas da cultura;
  • Realizar a colheita e beneficiamento da cultura, secar e armazenar os grãos, promovendo o tratamento de grãos armazenados para evitar ataque de pragas de grãos armazenados;
  • Realizar treinamento da equipe e mantê-la motivada;
  • Manter os registros das atividades desenvolvidas bem como da produção de cada gleba; 
  • Levantar o custo de produção;
  • Emitir nota de produção do setor.
registrado em:
Fim do conteúdo da página